sábado, 28 de janeiro de 2012

Vai visitar o Uruguai ? Algumas dicas...

Infelizmente, para certos brasileiros o Uruguai e suas personalidades se limitam ao setor futebolístico: Forlán e Recoba talvez sejam os de maior destaque. Para alguns pode ser definido como uma simples “miniatura” da Argentina. Ainda pode ser lembrado por outros como a antiga Província Cisplatina, parte do Brasil durante a primeira metade do século XIX. Nada deixa um uruguaio mais nervoso que estas definições, no mínimo, equivocadas (imagine no máximo). Nessas férias estive visitando alguns parentes e conhecendo outros. Talvez se estivesse no auge da minha adolescência, por volta dos 15 anos, isso fosse o tédio materializado. Contudo não foi. Como esses parentes moram na fronteira sul do país, me incentivaram para conhecer o Uruguai.

Quando trabalhava com política latino americana, um dos países que me dediquei foi esse, além do Paraguai. Durante dois anos conheci, de longe, um país com uma cultura muito interessante, responsável por mesclar aspectos presentes tanto no Brasil quanto na Argentina e, ainda assim, ser único em diversas características. Fui ao Uruguai passar o réveillon e conhecer suas três principais cidades: Montevidéu, Punta del Este e Colônia del Sacramento. Uma é a capital da República, outra a capital de luxo e a última a capital histórica.  Todas são incríveis, mas Montevidéu tem algum encanto que me fascinou.... as pessoas são diferentes das que estou acostumado, nem melhores nem piores, só diferentes. Talvez seja o modo de lidar com os outros ou as roupas que usam... não sei.

Plaza independencia
Vou tentar esboçar aqui uma espécie de guia turístico básico pra quem pretende conhecer algum desses locais.  Alguns lugares são fundamentais para visitar em Montevidéu: a Plaza Independência com seu monumento ao herói nacional José Gervásio Artigas; o Teatro Solís; o Mercado del Puerto com sua variedade de carnes e arquitetura diferenciada; o estádio Centenário, palco da primeira final de Copa do Mundo; as praias e o rio da Plata através da Rambla (uma espécie de calçadão). Se tiver interesse em fazer um programa cultural, procure restaurantes que toquem Tango ou visite a cidade durante seu “pequeno” carnaval de 40 dias para conhecer o Candombe. Nessa época também tem os desfiles com as chamadas Murgas, um grupo que revesa ao cantar diversas músicas nacionais (aconselho muito !).

El Cuarteto de nos - Fonte dedica.la
Uma das coisas mais interessantes de Montevidéu é ver o interesse do seu povo em mostrar todos os aspectos de sua cultura ao estrangeiro. Fui numa banca que tinha variedades de livros, revistas, dvd's e o vendedor teve uma dedicação tremenda em me mostrar quais os melhores autores e cantores nacionais, além das revistas mais importantes e filmes mais conhecidos. De música as que gostei eram El Cuarteto de nos e Tabaré Cardozo. Já nos filmes comprei El Baño del papá, Cuarto de Léo e Viaje hacia el mar.  Já o réveillon, deixo um conselho: se for sair no dia 31, além de quase tudo estar fechado, existe uma tradição no pais jogar água da janela nas pessoas da rua. E ainda melhor, os alvos mais cobiçados são brasileiros e argentinos :) ! A noite, não existe um local especifico para jogar os fogos e bombas como no Brasil.... em todo canto dá pra ver quando soltam.

Casapueblo
Já a famosa cidade de Punta del Este é o local da “alta sociedade”.... a cidade parece uma Miami sul americana.... mansões em todo canto, lojas caríssimas e restaurantes elegantes. É difícil ver um carro mais simples passando na rua. Acho que talvez o meu tenha feito essa honra. Se for para lá, vale a pena conhecer La Mano, uma escultura de cinco dedos enormes saindo da areia. É muito interessante, mas só com muita sorte da pra tirar uma foto sem intrusos. Outro lugar muito legal é a Casapueblo, a enorme residência de Carlos Páez Vilaró que lembra o formato do mapa do Brasil. A cidade é bem peculiar se comparada com as demais do país, sendo amada ou odiada por quem visita, sem meio termo. 

Colônia - Fonte Wikipedia
Por fim, a cidade de Colônia é para quem se interessa em uma paisagem com casa antigas e bons cafés. A cidade foi fundada e disputada pelos portugueses ao longo dos anos. É nesse local que atravessamos o rio da Plata para ir em Buenos Aires, por cerca de 100 dólares se não me engano (se me engano, vou buscar corrigir). No centro histórico temos diversos museus e um belo farol com vista para o mar. Na minha opinião, é a cidade mais bonita do Uruguai... lembra uma mistura de Paraty-RJ com Tiradentes-MG. Ainda existem diversos locais interessantes pra conhecer nesse pequeno, porém rico país. Tem o ecoturismo no departamento de Minas e os Free Shop's em Aceguá e Rivera (interessados em compras, esses dois últimos são seu paraíso).

Com uma cultura muito mais vasta  e complexa que esses poucos parágrafos podem expressar, os uruguaios são um povo claramente feliz e satisfeito. Além disso, são muito liberais com questões como homossexualidade, eutanásia e religião. Por sinal, esse último aspecto é bem interessante... diferente dos demais países da América do Sul, o cristianismo não é forte no país, tendo poucas igrejas. O número de ateus e sem religião é bastante elevado. Sem dúvida vale a pena conhecer o Uruguai e constatar que ele é  muito mais que uma versão menor dos Argentinos... Para quem se interessar, deixo a dica para vcs....

Um comentário:

  1. Hoje dia 24/3 é dia da união dos povos latino-americanos, sabia? Merecia uma postagem sua! Abs. Ada

    ResponderExcluir